Colibri

Pensei nas minhas portas e
Fechei
Afinal tenho tantas janelas
abrindo-se
abrindo
entre
abertas
Passagens subterrâneas
aéreas
maré
baixando – crescendo
lixo
lixo
lixo
formando
mangue
pobre rio Jacaré

Também tabefe de ouvir
o Não
é uma resposta
Bosta!
caminho nas ardentes pedras do Sim
Pra mim
já nasci no fim da jornada
e ouvindo o principio
me cobri de curiosidade
Terna
Eterna
Vagalumes !
Luzes pro acasalamento
Lamento que pisquem!!
pontos
brilhantes!

O Canto da sua praça
Sua gente
Semente
do poema escrevinhado!
” Pedra…papel ou tesoura!?”

tcbbtt

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s